sábado, 30 de agosto de 2008

"O Rio e o Mar"

Se eu te pego
Te amasso num abraço
E me esfrego,
Todo em seu corpo...
.
E não nego
As minhas carícias,
Do conforto
Da maciez dessa delícia
Que me é a sua pele.
.
Te quero assim
Como os poetas
Necessitam da lua,
Pra se inspirar nas suas poesias...
Lua que me encanta,
E ilumina o meu jardim,
Você é a flor tão bela e tão nua
Tão dengosa e cheirosa,
Se esfregando em mim.
.
Me fazendo o que quer
Serei seu homem, amigo,
Menino, o seu macho.
E você a mais doce mulher
Minha fêmea no cio
Onde o amor me sorrio,
Lá em cima e aqui em baixo,
Onde você é o mar
E eu sou o rio,
Preciso me desaguar...
.
O Poeta das Estrelas!

Um comentário:

neiva disse...

DIVINO POETA!!!
VC É SIMPLESMENTE MARAVILHOSO...
UM ENCANTO CADA OBRA SUA...
ADOREI...BJO