sábado, 12 de janeiro de 2008

"Linda"

Linda!

Tu és tão linda.
Teu charme
Indescritível
Tua vozInconfundível.

Teus olhos tão vivos
Espelho da alma
Que me acalma
No seu sorriso.

Linda!

Te vejo assim tão linda
Teus lábios perfeitos
E tão sorridentes
De mãos delicadas
E de pele tão quente.

Linda!

Lindos braços que esperam,
O conforto dos meus abraços.
Teus cabelos lindos e tão lisos
Sobre esses ombros sensuais,
Encantos que me inspiram
Algo mais que eu, tanto
Aprecio e preciso.

Linda!

Aos meus olhos
A mais linda,
Incomparável
Beleza externa,
Inimitável
Beleza interna.

Assim é como eu te vejo
Com os olhos da verdade,
Confortáveis desejos,
Da minh’alma tão pura
De sentimento, de paz
E felicidades.

O Poeta das Estrelas!


Um comentário:

rosysimplesmente disse...

Quando devoro seus poemas...

Uma música penetra na minha alma...
tão calma...
me faz sorrir...

quase dormir...
me faz pensar em ti...

em tudo que eu li...
nas tuas palavras de papel...

que me esvoaçaram feito véu...
que me atrapalharam a visão...

e me encheram de ilusão...

Poeta...sabes que toca fundo...
colorindo o mundo...
alegrando corações...